Empresários do agronegócio lideram doações para a campanha de Bolsonaro

Além de personalidades do setor, presidente recebeu também R$ 501 mil do ex-piloto Nelson Piquet

Uma das bases de apoio que está provando na prática à candidatura de Jair Bolsonaro à reeleição são os empresários do agronegócio. De todas as doações de pessoas físicas relevantes recebidas pela campanha do atual presidente, a única que veio de fora do setor é a do ex-piloto Nelson Piquet, que entregou R$ 500 mil ao candidato. Já o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem recebido doações pelo partido, o PT. Seu maior doador é o fundador da operadora de saúde Hapvida, Candido Pinheiro Koren de Lima, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Até o momento, conforme os dados mais recentes do TSE, o principal doador de Bolsonaro é Oscar Luiz Cervi, empresário do agronegócio de Mato Grosso, que desembolsou R$ 1 milhão. Na sequência está o produtor rural, Odilio Balbinotti Filho, do mesmo Estado, que desembolsou R$ 600 mil até o momento.

Desde a reforma eleitoral em 2015, as empresas foram proibidas de doar para legendas e candidatos. Já as doações de pessoas físicas para campanhas eleitoras podem ser feitas, segundo o TSE, por transferência bancária, com a devida indicação do CPF do doador.

Fonte: Terra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *